geral@petrobox.pt
+ 351 253 572 450/1

Dia Mundial da Conservação da Natureza

Armazenamento: AdBlue® da Blue Chem

Hoje, dia 28 de Julho, celebra-se o Dia Mundial da Conservação da Natureza, e como tal vamos falar um pouco sobre o produto químico Adblue® da Blue Chem (nossos parceiros), devido ao seu impacto ambiental positivo.

A Petrobox é responsável diariamente de parte da logística e armazenamento do produto AdBlue® da Blue Chem. Em média mensalmente fazemos um gasto entre 3000 a 4000 litros na nossa frota contribuindo assim para o impacto ambiental positivo.

AdBlue®

O AdBlue® é um produto não tóxico e “amigo” do ambiente pois contribui ativamente para reduzir os gases poluentes que provocam o efeito estufa, transformando os óxidos de azoto em componentes naturais do ar (azoto elementar e vapor de água). Trata-se de uma solução aquosa de ureia de elevada pureza. É um produto químico, complementar ao combustível, que deve ser utilizado em veículos a diesel equipados com tecnologia SCR (redução catalítica selectiva). A tecnologia SCR reduz as emissões poluentes dos motores diesel pois os óxidos de azoto (NOx), ao passarem pelo sistema de escape, misturam-se com o AdBlue® transformando-se em azoto e vapor de água (que são componentes naturais do ar) por intermédio de uma reacção catalítica acelerada pelo calor.

BlueChem

A qualidade do AdBlue® da Blue Chem é a sua característica mais relevante. A Blue Chem fabrica um produto de extraordinária pureza, reconhecidamente o melhor do mercado, que cumpre rigorosamente as normas em vigor. Antes de ser disponibilizado aos seus clientes, o AdBlue® é sujeito a um rigoroso controlo de qualidade efetuado regularmente em laboratório próprio e por laboratórios independentes. 

Curiosidade

Todos os veículos pesados com motores a diesel registados a partir de 1 de Outubro de 2006 têm de cumprir o disposto na norma Euro 4 em matéria de emissões poluentes. De forma a cumprir as normas ambientais Euro 4 e Euro 5 (mais recente), sobre as emissões poluentes dos camiões, a grande maioria dos fabricantes optou pela tecnologia SCR que requer a utilização de uma solução aquosa de ureia a 32,5%.

fonte: www.bluechem.pt

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação.